A "real” Eu